Início / Atividades / Atividades 2010/2011 / São Martinho na EPISJ 2010

São Martinho na EPISJ 2010

Ver Artigo

São Martinho na EPISJ 2010

Os cur­sos de Reac­ti­var da EPISJ estão de parabéns pelo empenho demon­strado na orga­ni­za­ção do Magusto. Este evento ani­mou a tarde de quinta-​feira (11 de Novem­bro) e con­tou com a pre­sença de todos os cur­sos da nossa escola. Não fal­taram as cas­tan­has, as malas­sadas, os jogos tradi­cionais e muita animação.

Lenda de São Martinho

Num dia tem­pes­tu­oso ia São Mar­t­inho, val­oroso sol­dado, mon­tado no seu cav­alo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe esten­dia a mão supli­cante e gelada.

S. Mar­t­inho não hes­i­tou: parou o cav­alo, poisou a sua mão car­in­hosa­mente na do pobre e, em seguida, com a espada cor­tou ao meio a sua capa de mil­i­tar, dando metade ao mendigo.

E, ape­sar de mal agasal­hado e de chover tor­ren­cial­mente, preparava-​se para con­tin­uar o seu cam­inho, cheio de felicidade.

Mas, subita­mente, a tem­pes­tade desfez-​se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inun­dou a terra de luz e calor.

Diz-​se que Deus, para que não se apa­gasse da memória dos homens o acto de bon­dade prat­i­cado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sor­riem com a bênção dum sol quente e miraculoso.”

Os cursos de Reactivar da EPISJ estão de parabéns pelo empenho demonstrado na organização do Magusto. Este evento animou a tarde de quinta-feira (11 de Novembro) e contou com a presença de todos os cursos da nossa escola. Não faltaram as castanhas, as malassadas, os jogos tradicionais e muita animação.

 

Lenda de São Martinho

 

“Num dia tempestuoso ia São Martinho, valoroso soldado, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão suplicante e gelada.

S. Martinho não hesitou: parou o cavalo, poisou a sua mão carinhosamente na do pobre e, em seguida, com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.

E, apesar de mal agasalhado e de chover torrencialmente, preparava-se para continuar o seu caminho, cheio de felicidade.

Mas, subitamente, a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor.

Diz-se que Deus, para que não se apagasse da memória dos homens o acto de bondade praticado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sorriem com a bênção dum sol quente e miraculoso.”

 

 
 

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!.

 
 

Deixe um comentário