Início / Atividades / La Chandeleur 2021 na EPISJ

La Chandeleur 2021 na EPISJ

Ver Artigo

La Chandeleur 2021 na EPISJ

La Chan­deleur

Como é tradição na nossa Escola, comemorou-​se mais uma vez La chan­deleur, a festa dos crepes. La chan­deleur é uma festa comem­o­rada todos os anos na França e out­ros países da Europa. A comem­o­ração tem origem pagã e cristã.Chandeleur tem origem no latim can­de­larum (can­delário em por­tuguês). No pagan­ismo, a chan­deleur é con­hecida como a “festa do fogo” que marca o fim dos dias escuros de inverno, trazendo esper­ança e pros­peri­dade para a chegada na pri​mav​era​.No cris­tian­ismo, cor­re­sponde à apre­sen­tação do menino Jesus ao tem­plo e à purifi­cação da virgem Maria. Ocorre exata­mente 40 dias depois do Natal, ou seja, dia 2 de fevereiro. A festa é con­sid­er­ada um marco para o fim das comem­o­rações natalí­cias. Em cer­tos países, as dec­o­rações de Natal são reti­radas nessa mesma data​.La chan­deleur, a festa dos crepesA tradição de comer crepes nesta data é bem antiga. Nesta data, o papa Gelá­sio I dis­tribuía crepes aos pere­gri­nos em Roma. O for­mato cir­cu­lar e amare­lado do crêpe faz refer­ên­cia à roda da vida e ao seu ele­mento prin­ci­pal, o Sol. Os crepes rep­re­sen­tam o regresso da Pri­mav­era e da luz depois dos dias som­brios de inverno.A preparação dos crepes é tam­bém um rit­ual impor­tante. Uma tradição do século V diz que ao virar o crêpe com a mão dire­ita, deve­mos ter algo de ouro na mão esquerda (pode ser uma moeda tam­bém). Ao girar o crêpe, deve cair per­feita­mente de volta na pan­ela. Segundo a lenda, isto traz pros­peri­dade para o ano.Os france­ses em geral, cristãos e não cristãos, cos­tu­mam lem­brar a tradição e comer ao menos um crêpe doce no dia da Chan­deleur. Os recheios mais comuns são: Nutella, choco­late, caramel au beurre salé (caramelo com man­teiga sal­gada), beurre sucre (man­teiga e açú­car), geleias e, para quem gosta, um pouquinho de chantilly.Os nos­sos parabéns aos For­madores Nuno Gar­cia e Dália Car­doso pela iniciativa!

La Chandeleur

Como é tradição na nossa Escola, comemorou-se mais uma vez La chandeleur, a festa dos crepes. La chandeleur é uma festa comemorada todos os anos na França e outros países da Europa. A comemoração tem origem pagã e cristã.Chandeleur tem origem no latim candelarum (candelário em português). No paganismo, a chandeleur é conhecida como a “festa do fogo” que marca o fim dos dias escuros de inverno, trazendo esperança e prosperidade para a chegada na primavera.No cristianismo, corresponde à apresentação do menino Jesus ao templo e à purificação da virgem Maria. Ocorre exatamente 40 dias depois do Natal, ou seja, dia 2 de fevereiro. A festa é considerada um marco para o fim das comemorações natalícias. Em certos países, as decorações de Natal são retiradas nessa mesma data.La chandeleur, a festa dos crepesA tradição de comer crepes nesta data é bem antiga. Nesta data, o papa Gelásio I distribuía crepes aos peregrinos em Roma. O formato circular e amarelado do crepe faz referência à roda da vida e ao seu elemento principal, o Sol. Os crepes representam o regresso da Primavera e da luz depois dos dias sombrios de inverno.A preparação dos crepes é também um ritual importante. Uma tradição do século V diz que ao virar o crepe com a mão direita, devemos ter algo de ouro na mão esquerda (pode ser uma moeda também). Ao girar o crepe, deve cair perfeitamente de volta na panela. Segundo a lenda, isto traz prosperidade para o ano.Os franceses em geral, cristãos e não cristãos, costumam lembrar a tradição e comer ao menos um crepe doce no dia da Chandeleur. Os recheios mais comuns são: Nutella, chocolate, caramel au beurre salé (caramelo com manteiga salgada), beurre sucre (manteiga e açúcar), geleias e, para quem gosta, um pouquinho de chantilly.Os nossos parabéns aos Formadores Nuno Garcia e Dália Cardoso pela iniciativa!

 
 

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!.

 
 

Deixe um comentário