Início / Atividades / Formandos da EPISJ à conquista de Saragoza

Formandos da EPISJ à conquista de Saragoza

Ver Artigo

Formandos da EPISJ à conquista de Saragoza

Alguns for­man­dos e for­madores da Escola Profis­sional da Ilha de São Jorge par­tic­i­param recen­te­mente numa viagem com des­tino a Espanha, mais pre­cisa­mente a Saragoça no âmbito do pro­jeto Come­nius des­ig­nado Euro­pean Energy Quest, um pro­grama que aborda questões rela­cionadas com as Ener­gias Ren­ováveis. Este pro­jeto surge com diver­sos intu­itos, sendo que, o mais impor­tante será aju­dar os jovens e os docentes a enten­der mel­hor a gama de cul­turas europeias, lín­guas e val­ores com que nos podemos deparar no futuro. Porém, o já suprac­i­tado pro­grama tam­bém ajuda os jovens a adquirir as habil­i­dades bási­cas para a vida e as com­petên­cias necessárias para o seu desen­volvi­mento pes­soal e profissional.

Esta viagem foi real­izada entre os dias 4 e 11 de Março sendo que, os alunos que tiveram o priv­ilé­gio de poder par­tic­i­par nesta ini­cia­tiva foram: o Diogo Matos, Fil­ipa Cabe­ceiras e Rodrigo Sil­veira da turma de Ener­gias Ren­ováveis, a Eliz­a­beth Cabral da turma de Topografia e o Luís Costa da turma de Infor­mática e Gestão. Como docentes respon­sáveis foram os pro­fes­sores David Afonso e Joel Cunha.

Ao longo desta viagem, foram feitas diver­sas vis­i­tas de estudo como por exem­plo, a uma Estação de Trata­mento de Águas Resid­u­ais, outra a uma Piscina aque­cida através da Ener­gia Solar e Geot­ér­mica (Piscina Angel San­ta­Maria), outra a uma Cen­tral Hidro-​Eléctrica em Huescas entre outras.

De um modo geral, esta viagem foi sem dúvida uma mais-​valia para todos os que nela par­tic­i­param pois enrique­ceu cada um de nós a nível pes­soal, cul­tural e não menos impor­tante a nível profis­sional. Não con­sigo frisar nen­hum momento mau pois, foram todos muito bons. Desde as famílias que nos acol­heram, até aos docentes, alunos entre todos os out­ros com quem nos cruzamos de alguma forma durante esta mag­ní­fica viagem.

Como uma das alu­nas que teve o priv­ilé­gio de par­tic­i­par neste pro­grama que é o Come­nius, acon­selho viva­mente a quem tiver opor­tu­nidade de fazer algo pare­cido que o faça pois é uma exper­iên­cia muito grat­i­f­i­cante, visto que, vive­mos numa região ultra-​periférica.

Eliz­a­beth Cabral

[justified_​image_​grid preset=16 disable_cropping=yes facebook_id=213126595393236 facebook_album=354984877874073]

Alguns formandos e formadores da Escola Profissional da Ilha de São Jorge participaram recentemente numa viagem com destino a Espanha, mais precisamente a Saragoça no âmbito do projeto Comenius designado European Energy Quest, um programa que aborda questões relacionadas com as Energias Renováveis. Este projeto surge com diversos intuitos, sendo que, o mais importante será ajudar os jovens e os docentes a entender melhor a gama de culturas europeias, línguas e valores com que nos podemos deparar no futuro. Porém, o já supracitado programa também ajuda os jovens a adquirir as habilidades básicas para a vida e as competências necessárias para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Esta viagem foi realizada entre os dias 4 e 11 de Março sendo que, os alunos que tiveram o privilégio de poder participar nesta iniciativa foram: o Diogo Matos, Filipa Cabeceiras e Rodrigo Silveira da turma de Energias Renováveis, a Elizabeth Cabral da turma de Topografia e o Luís Costa da turma de Informática e Gestão. Como docentes responsáveis foram os professores David Afonso e Joel Cunha.

Ao longo desta viagem, foram feitas diversas visitas de estudo como por exemplo, a uma Estação de Tratamento de Águas Residuais, outra a uma Piscina aquecida através da Energia Solar e Geotérmica (Piscina Angel SantaMaria), outra a uma Central Hidro-Eléctrica em Huescas entre outras.

De um modo geral, esta viagem foi sem dúvida uma mais-valia para todos os que nela participaram pois enriqueceu cada um de nós a nível pessoal, cultural e não menos importante a nível profissional. Não consigo frisar nenhum momento mau pois, foram todos muito bons. Desde as famílias que nos acolheram, até aos docentes, alunos entre todos os outros com quem nos cruzamos de alguma forma durante esta magnífica viagem.

Como uma das alunas que teve o privilégio de participar neste programa que é o Comenius, aconselho vivamente a quem tiver oportunidade de fazer algo parecido que o faça pois é uma experiência muito gratificante, visto que, vivemos numa região ultra-periférica.

Elizabeth Cabral

That Facebook ID is unauthorized for use, please go to Settings and add it.
 
 

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar este artigo!.

 
 

Deixe um comentário